Homens se rendem a tratamentos estéticos, mas existem condições

Depilação, toxina botulínica, cremes diurnos e noturnos, lipoaspiração, redutores de medidas e próteses de silicone. Seus dias como exclusivas armas femininas na busca da beleza física estão com os dias contados. Mais e mais homens estão deixando de lado antigos preconceitos e engrossando as fileiras de clientes de clínicas de estética, cirurgiões plásticos e dermatologistas em busca de um visual mais apresentável.

Os motivos para isso são variados. É uma cobrança hoje do mercado de trabalho que os homens estejam com uma aparência sempre saudável e chega a ser pré-requisito para contratações em algumas empresas. “Para competir na vida hoje em dia, o homem tem que estar bem”, disse Valéria Leal, cirurgiã plástica e dermatologista responsável pela Clínica Cidade Jardim em São Paulo. “Homens sempre foram vaidosos e agora as técnicas de tratamentos estéticos estão ficando mais acessíveis e com maior divulgação.”

 

Leia mais